Tag: Carmina Burana

Coral da Cidade de São Paulo

“O Coral da Cidade de São Paulo apresentará os “Quatro Hinos da Coroação”, de G. F. Handel no segundo semestre deste ano de 2009, que marca o 250º aniversário da morte do compositor. Os hinos são:

– Zadok the Priest
– Let thy hand be strengthened
– The King shall rejoice
– My heart is inditing

O Coral está com vagas abertas para todos os naipes. Se você tem interesse em ingressar, compareça ao Espaço Cultural Tendal da Lapa no próximo sábado, dia 28/03/09, às 9h, data em que começarão os ensaios da obra.

Os ensaios acontecem todos os sábados, das 9h às 12h, no endereço especificado no final desta mensagem.

Avisem seus amigos que gostam da música erudita e querem cantar um repertório tão especial como esse. Próximas obras: ópera “Orfeo e Eurídice” (Glück) e “Carmina Burana” (Orff).

Venham cantar com a gente!

CORAL DA CIDADE DE SÃO PAULO
Espaço Cultural Tendal da Lapa
R. Guaicurus, 1100, Lapa
(Entrada e estacionamento pela Rua Constança, 72)
Tel.: 3862-1837”

O Coral da Cidade de São Paulo é regido pelo Maestro Luciano Camargo. Depois eu coloco mais detalhes sobre ele e o Coral! Para mais informações sobre ele podem acessar o link:

http://www.arsmusica.com.br/

coranations21

Were Diu Werlt Alle Min!!

“Oh, oh, oh,
totus floreo,
iam amore virginali
totus ardeo,
novus, novus amor
est, quo pereo! “

Ontem eu e alguns dos meus amigos arquitetos queridos fomos para a Sala São Paulo assistir a Banda Sinfônica tocar “Carmina Burana”.  Meio difícil descrever a alegria e a emoção. Só sei que faz um bem para a alma como poucas coisas. A interpretação foi intensa, divertida e teve até uma legenda modernosa usando figuras de linguagem que eu não lembro mais do tempo de colegial… (alguém aí lembra o nome?). É, tava ilegível a legenda, mas eu tava tão entretida na banda, no coral e nos solistas que eu desencanei de ler a legenda…

Bom, logicamente tem um agravante para minha alegria, como eu tenho ensaiado essa obra todo sábado no Coral, eu tenho tentado decorar e entender a letra dela toda. É muita diversão! A parte das vozes masculinas é animaal. Mas as sopranos também têm sua diversão cantando super fininho falando sobre virgindade e desejo de amor. Às vezes nós nos sentimos gralhas, às vezes macacas. Mas quando nós melhorarmos nossos agudos os animais da floresta vão embora… E eu ainda preciso chegar no Si4! (meta para os próximos meses)

Enfim, voltando à obra, ela tem uma importância especial para mim pela questão da Roda da Fortuna (“Ó Fortuna, és mutável como a Lua…”), a Roda que gira… a Lua que muda, cresce e diminui… a queda, o ápice, a primavera que chega, o Amor. Citando o site “SpectrumGothic”: “uma obra que revelou a significação do todo: só o Desejo e o Amor podem capacitar o Homem a viver, lutar e crer”.

 

carmina_boa4