Stress, ansiedade e depressão: o que a indústria farmacêutica não quer que você saiba

foto-2015-07-09-17-24-12-745187428779900-funflyship

Acho curioso como demorei 11 anos para encontrar e ler o livro do médico francês Dr. David Servan-Schreiber: Curar o stress, a ansiedade e a depressão sem medicamento nem psicanálise. Será que esse livro é pouco divulgado?

Ainda nem terminei de ler o livro, mas estou achando ótimo. Não li pensando em encontrar alguma novidade ou solução. Li mais pela curiosidade, porque vi críticas positivas. Mas veja bem: esse não é um livro de auto-ajuda e todos os métodos descritos têm eficácia baseada em artigos científicos. O problema é que são métodos tão simples que muitas vezes são menosprezados. As pessoas costumam acreditar mais em remédios caríssimos do que em métodos que parecem ter sido recomendados pela vovó. E não há interesse em expandir e dar subsídio a uma pesquisa científica de um método barato, simples e não patenteável. Além disso, que médico vai perder seu tempo escrevendo um artigo sobre “efeitos biológicos do amor” vs ” a eficácia de um novo medicamento” contra a depressão? Médicos têm que parecer sérios. Falar da importância de bichinhos de estimação e exercícios físicos para a saúde parece perda de tempo.

O mais curioso é que eu nem precisei testar nada para saber que os métodos do livro funcionam – pelo menos a maioria deles. Não precisei testar porque quando vi quais eram os métodos percebi que eu usava boa parte deles na época em que estava mais saudável e sem depressão. Já tomei alguns psicotrópicos, entre antidepressivos e ansiolíticos: fluoxetina (Prozac), sertralina (Zoloft), cloridrato de bupropiona (Bup), bromazepan (Lexotan), clonazepam (Rivotril) e agora estou no cloridrato de duloxetina (Velija). Já fiz 10 anos de psicanálise individual. Mas o engraçado é que a época em que estava mais feliz era aquela em que eu:

  1. Não tomava nenhum psicotrópico
  2. Fazia acupuntura regularmente (1x por semana ou mais)
  3. Fazia atividades físicas regularmente (no mínimo 3x por semana, no mínimo 1 hora)
  4. Cuidava de 2 gatinhos meus
  5. Tinha um grupo de amigos que encontrava regularmente
  6. Tinha práticas espirituais regulares individuais ou em grupo
  7. Praticava artes marciais e meditação
  8. Fazia psicanálise 1x por semana

E olhem que curioso: praticamente tudo que está aí nessa lista é considerado um método comprovado que contribui para o bom funcionamento do cérebro emocional e, portanto, para a cura do stress, depressão e ansiedade.

Se você tiver interesse, leia o livro, vale a pena. Alguns métodos como a coerência cardíaca e o EMDR eu não conheço ainda, mas vou testar. O livro fala também da sincronização do relógio biológico, da nutrição e de técnicas de comunicação afetiva (não li ainda).

O resumo é: não viva sua vida só em função do seu trabalho, achando que é uma perda de tempo rezar, meditar, fazer exercícios, encontrar amigos, adotar gatos e cachorros. Está comprovado pela medicina. Tudo isso que você deixa para depois e acha bobagem é o que te mantém vivo e saudável (mente e corpo).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s