Mês: dezembro 2012

Sabedoria…

“Cometer erros não é errado – cometa todos os erros de que for capaz. É desse jeito que você aprenderá mais. Só não cometa o mesmo erro mais de uma vez: isso faz de você um tolo.” (Osho)

“Prefiro ser

Essa metamorfose ambulante
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante

Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo

Eu quero dizer
Agora, o oposto do que eu disse antes
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante

Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo

Sobre o que é o amor
Sobre o que eu nem sei quem sou

Se hoje eu sou estrela
Amanhã já se apagou
Se hoje eu te odeio
Amanhã lhe tenho amor

Lhe tenho amor
Lhe tenho horror
Lhe faço amor
Eu sou um ator

É chato chegar
A um objetivo num instante
Eu quero viver
Nessa metamorfose ambulante

Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo

Sobre o que é o amor
Sobre o que eu nem sei quem sou

Se hoje eu sou estrela
Amanhã já se apagou
Se hoje eu te odeio
Amanhã lhe tenho amor

Lhe tenho amor
Lhe tenho horror
Lhe faço amor
Eu sou um ator

Eu vou lhe desdizer
Aquilo tudo que eu lhe disse antes
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante

Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo”

 

Anúncios

O comodismo do mimimi de novo

“Observe as pessoas falando de seus tormentos, como elas ficam felizes! As pessoas falam de suas aflições repetidamente. Elas até mesmo exageram, as enfeitam, fazem com que pareçam maiores do que são, maiores do que seu tamanho natural.”

“A felicidade é inacreditável; parece que o ser humano não pode ser feliz. Se você fala de sua depressão, tristeza e infelicidade, todos acreditam; isso parece natural. Se você fala de sua felicidade, ninguém acredita em você – ela parece artificial.”

“Digo-lhes isso a partir da minha própria experiência: os seres humanos podem ser felizes; mais felizes do que os pássaros, mais felizes do que as árvores, mais felizes do que as estrelas, pois os seres humanos têm algo que nenhuma árvore, nenhum pássaro e nenhuma estrela têm. Eles têm consciência.

Mas quando você tem consciência, duas alternativas são possíveis: ou você pode ficar feliz ou pode ficar infeliz. A escolha é sua. As árvores são simplesmente felizes porque não podem ser infelizes, a felicidade não é escolha delas; elas têm de ser felizes e não sabem como ser infelizes, pois não há alternativa para elas; sua felicidade é inconsciente, é simplesmente natural.” (Osho)

“They say misery loves company. We could start a company and make misery: Frustrated Incorporated” (Soul Asylum)

Este ano eu estou numa luta louca para largar o prazer e as facilidades do mimimi. Mimimi pra cá, mimimi pra lá. Tive vários picos de tristeza, raiva e de ficar reclamando da vida. Como é fácil ficar de mau humor reclamando. É muito fácil. A gente se acostuma a ser pessimista e se acha muito maduro por ter consciência de que o mundo está perdido e de que o certo é isso mesmo, ser realista, reclamar e pronto. E quando você está cercada no seu dia-a-dia por pessoas ainda mais pessimistas que você, você só se afunda mais e acha normal. É isso aí, legal é ser pessimista e ranzinza. Mas quando você, ser pessimista, por acaso encontra alguém que tem um sorriso leve e contagiante, alguém que está de bom humor e tem bom coração, você também sorri e fala “nossa, que pessoa evoluída! pena que nunca vou ser assim”. E continua acomodado no caminho do “eu sou mal comido e ranzinza”.

Aí você olha a vida das outras pessoas e pensa: “mas que bando de gente reclamona e mal agradecida! eles têm tudo e vivem reclamando! Eles sim têm tudo, eu não tenho nada! Eles têm carros de 100 mil reais, têm casas de 1 milhão, têm filhos bonitos, viajam para os lugares mais bonitos! E por que eles reclamam o tempo todo que a vida é uma merda?” E daí você mesmo não percebe o quanto você tem tudo, tem casa, carro, comida boa, um monte de luxos, pessoas que te amam, tempo para viver, tempo para ser feliz. A gente só sabe reclamar e ficar de mau humor porque isso é cômodo. É muito fácil ficar falando mal de tudo o tempo todo. Daí a vida vai lá, tira as coisas boas da gente pra gente aprender a dar valor para o que tem, daí a gente fala “tá vendo, falei que tudo era uma merda! tudo só piora”. E assim as coisas vão indo. É fácil ser ingrato. É fácil porque daí quando a gente perde algo, a gente pensa que sofre menos.

Mas enfim, tudo isso para dizer que eu preciso de qualquer jeito sair dessa vibração ruim. Cansei, cansei, cansei. Hoje eu sou sim uma pessoa mais realista, mas isso não quer dizer que eu tenho que agir como ingrata e malcomida. Eu sempre tive pessoas maravilhosas na minha vida, que de alguma maneira me ensinaram a ter olhos para todas as coisas bonitas da vida. Eu só tenho a agradecer hoje.