Mês: dezembro 2011

Amor incondicional

“If having a soul means being able to feel love and loyalty and gratitude, then animals are better off than a lot of humans.” – James Herriot

“Many people have learned through relating to animals what it is to care for and accept responsibility for another being.” – Richard H. Pitcairn

“It is not just that animals make the world more scenic or picturesque. The lives of animals are woven into our very being – closer than our own breathing – and our souls will suffer when they are gone.” – Gary Kowalski, Author of The Souls of Animals

 

 

Anúncios

Sad but true…

“Life is neither a good nor an evil: it is a field for good and evil” (Seneca)

Ainda no mesmo tópico, hoje estou ainda mais decepcionada. O que já estava ruim conseguiu ficar pior! Incrível como as pessoas conseguem sempre nos surpreender. Em resumo, esperei minha raiva passar, tentei uma certa reconciliação com um dos seres humanos lixos e o ser humano não quis conversar. Burra eu que tento ‘acordos de paz’ com quem não presta. Burra eu que detesto ficar em conflito com qualquer pessoa. DETESTO conflitos e brigas. Detesto rancor. Se eu puder resolver algum problema eu resolvo. Mas quando as pessoas te tratam como lixo e ainda não reconhecem os erros, a única saída é deletar a pessoa da vida.

Eu demoro muito para aprender. Eu sou MUITO idealista e sempre acredito que as pessoas são melhores do que elas são. Eu não gosto de ser pessimista e sem fé porque eu acho que isso só atrai mais pessimismo e coisa ruim. Mas agora estou vendo que EU PRECISO PÔR O PÉ NO CHÃO e saber que existem sim muitas pessoas lixo. Existem, é fato, e elas vão sempre piorar. Fato. Tenho que aceitar isso.

Em 2009 eu escrevi a mesma coisa no blog “as pessoas podem te surpreender, para o bem ou para o mal”. “Espere sempre o melhor e o pior das pessoas”. Não aprendi ainda.

Nos próximos dias eu vou fazer questão de enxergar o mal das pessoas para tentar absorver melhor a ideia de que o mundo não é cor de rosa e que não é um problema existir o mal e o egoísmo. É, o dark side existe sim. A gente que é treinado a ver que tudo é felicidade e tudo é otimismo, tudo é doriana. Não é.


Thoughtless

“Save me from my fear, don’t tear me down/Don’t tear me down for all I need/Make my heart a better place” (Within Temptation, All I need)

De volta ao blog e de volta aos meus posts dramáticos e sentimentais!! rs Como eu lembrei o quanto me faz bem escrever, resolvi voltar. E esta semana merece um post (assim como o resto do ano inteiro).

Percebi que fui bem enganada no mínimo 2 ou 3 vezes este ano. De partir o coração. Fiquei brava, fiquei triste, fiquei com raiva. E sempre eu volto para o mesmo ponto: “quem manda ser ingênua e acreditar nas pessoas?”  “quem manda ser sempre essa menina boba que acredita e se abre para as pessoas (erradas)?”

E besta que eu sou, mesmo sendo enganada, volto a acreditar nas pessoas, revigoro minha fé e vou lá de novo para o mundo me arriscar e quebrar a cara. E dito e feito, quebrei a cara mais umas vezes. Memória de peixe. Mas quer saber? Estou tentando tirar as coisas boas disso dessa vez. 1) Não quero ser uma pessoa amarga e sem fé. 2) Não é todo mundo  que vai me enganar. 3) Eu preciso melhorar MUITO meu olhar e minha intuição. 4) Conhecer pessoas podres e/ou ser enganada faz você crescer e acima de tudo aprender a dar valor a quem merece (e como tem gente que merece!).

E sabe o que é pior? Muitas pessoas que me enganaram eu ainda acredito que não são más pessoas. Eu acredito que elas simplesmente são totalmente problemáticas ou sem noção das coisas mesmo. Eu ainda prefiro acreditar na bondade das pessoas, sei lá por quê. Tem gente que é LIXO mesmo, claro, mas esses casos eu não vou nem comentar.

Ai caramba, tenho que confessar que meu olhar ainda é muito burro. Se alguém tiver dicas de como detectar as intenções e mentiras das pessoas, estou aceitando… Eu não sei como eu não enxergo, caraca!!!! Gaaaaaaaaaaaah.

Enfim, eu precisava desabafar. Espero que eu acorde e fique mais esperta…. mas sem ficar amargurada e fria e me fechar para o mundo. Eu estou surpresa que eu quebrei a cara 20 vezes e continuo tendo fé na humanidade… nossa, minha fé é maior do que eu imaginava. E vocês que são pessoas reais de bom coração, obrigada por existirem.