Simplicidade e o Essencial

“Um homem é rico na proporção do número de coisas de que pode prescindir” (Henry David Thoreau)

Ultimamente tenho pensado muito em como cortar gastos supérfluos, viver com menos coisas e escapar do consumismo louco que sempre me venceu a vida inteira. Tenho que confessar que sou realmente aquelas mulheres meio loucas e consumistas que adoram comprar mil bolsas, sapatos, roupas, comidas gostosas, maquiagem, cremes, etc etc. Além disso, adoro também coisas fofas, eletrônicos, dvds, chocolates, revistas, livros… aaaargh! Em momentos de “crise de mulherzinha”, stress e carência obviamente essas coisas pioram… Mas hoje eu tenho pensado muito no que fazer para viver com muito pouco, ser feliz com as coisas mais simples, e escolher muuito bem no que investir meu dinheiro.

Um texto que é muito legal é o “Dinheiro é tempo“, que saiu na Vida Simples. Ele fala sobre a “Simplicidade Voluntária”. A premissa é que: “Dinheiro é tempo: o tempo que você gasta para ganhá-lo“. Então, antes de você jogar fora todo seu dinheiro, você vai parar para pensar se vale a pena gastar todo o tempo que você usou da sua vida para ganhar aquilo. E, realmente, tem coisas que a gente compra e na verdade nem precisava. Ou então, nem valia a pena.

Por exemplo, o carro. Eu adoro a liberdade que o carro dá, mas os custos são tão altos e eu passo tanto tempo no trânsito que já decidi que não vale tanto a pena. Outro exemplo: restaurantes caros. Bom, para vegetarianos não existem opções tão caras na verdade. Mas querendo ser “chique” dá pra gastar muito. Na verdade, comer comida boa em casa e cozinhar é uma das coisas mais gostosas que tem… então dá para ficar muito feliz.

Bom, tudo é relativo e cada um tem que eleger o que é essencial na vida de cada um… O importante é a gente parar de ficar achando que precisa de tanto dinheiro para ser feliz. Dinheiro é muito bom sim, mas a gente tá acostumado a exagerar em tudo. A gente mal consegue usar tudo que a gente compra! Será que todos assistem todos os DVDs que têm em casa, ao menos uma vez? Será que toda mulher consegue usar todas as roupas, acessórios e maquiagens que têm? A gente realmente vai ler tantos livros?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s